Os Incoterms referem-se aos Termos Internacionais do Comércio. Ou seja, se tratam de cláusulas contratuais de comércio exterior das quais têm por objetivo estabelecer diversos quesitos entre compradores e vendedores em relação a entrega da mercadoria, bem como tudo o que não está embutido na precificação dos produtos.

Estas regulamentações determinam questões como quem se responsabilizará pelo seguro da carga, quem irá imputar-se com o frete ou ainda o ponto de entrega.

À escolha correta do Incoterm pode ser crucial no momento de realizar negociações vantajosas no comércio exterior. Tal escolha deve ser considerado o acordo estabelecido entre as partes envolvidas, o mesmo definirá o valor dos produtos adquiridos ou fornecidos. Os aspectos do Incoterm passam pela natureza do produto, o modal transportado e as obrigações de cada ator do processo.

 

Conheça abaixo os tipos de Incoterms:

 

 

  • Incoterm EXW:

 

Neste termo há obrigação mínima para o vendedor. O comprador se compromete com todos os custos e riscos envolvidos na retirada da mercadoria do estabelecimento de fornecimento da mesma.

 

 

  • Incoterm FCA:

 

As obrigações do vendedor encerram na entrega da mercadoria, desembaraçada para a exportação, aos cuidados do importador internacional designado pelo comprador.

 

 

  • Incoterm CPT:

 

É responsabilidade do vendedor contratar e efetuar o pagamento do frete para transportar a mercadoria ao local de destino definido e com impostos quitados.

 

 

  • Incoterm CFR:

 

O desembaraço da exportação torna-se responsabilidade atribuída ao vendedor assim como o pagamento de frete. Caso queira se prevenir o comprador deve contratar o seguro da mercadoria.

 

 

  • Incoterm DAT:

 

À partir do momento do depósito da mercadoria, no terminal de destino da carga, efetuado pelo vendedor, suas responsabilidades são cessadas. Bem como o risco sobre o transporte, que passa a ser do comprador.

 

 

  • Incoterm FOB:

 

O vendedor extingue suas obrigações quando a mercadoria transpõe a amurada do navio no porto de embarque indicado e o comprador assume todas as responsabilidades quanto à perdas e danos.

 

 

  • Incoterm FAS:

 

O vendedor é responsável apenas pelo desembaraço da carga para exportação. Após este processo o comprador assume todos os riscos e custos com carregamento, quitação de frete, seguros e demais despesas.

 

  • Incoterm CIP:

 

Nesta modalidade  o vendedor arca com as mesmas responsabilidades ditas no CPT, acrescidas da contratação e pagamento do seguro até o destino. O seguro pago pelo vendedor tem apenas cobertura mínima.

 

 

  • Incoterm CIF

 

O vendedor é responsável pelo desembaraço da carga para à exportação, bem como à quitação de fretes e contratação de seguro.

À responsabilidade da mercadoria é transferida do vendedor para o comprador no momento da transposição da amurada do navio no porto de desembarque. Os riscos à partir da entrega são do comprador.

Quer saber todas as mercadorias importadas para o Brasil por Incoterm utilizado? À LogComex está com o novo módulo de Commodites que lhe dá esta e muitas outras opções de busca para informações de qualidade.

Obtenha todas as informações sobre mercadorias importadas.

 

Entre em contato conosco.