Site Loader
Reading Time: 5 minutes

O ano começou e com ele novos projetos, metas e objetivos no Comércio Exterior. Para que esses projetos não fiquem apenas no papel, é necessário ter um planejamento estratégico envolvendo todos os setores da empresa. 

Para isso, separamos 5 estratégias que ajudarão todos os players do comex a realizarem suas resoluções neste ano. 

1. Gestão de resultados

A gestão de resultados é um modelo da administração criado por Peter Drucker que auxilia as empresas a realizarem seu planejamento com base nos resultados que desejam. Esse modelo traz ao ambiente corporativo diversos benefícios como:
  • Foco no resultado
  • Transparência no objetivo
  • Mensuração do resultado

Para que esse modelo ocorra de forma eficaz, é necessário que todos os recursos sejam aplicados, ou seja, que todos os integrantes da empresa possuam o mesmo propósito e organizem metas e objetivos de curto, médio e longo prazo para cada equipe. 

  • Para curto prazo identifique os resultados que a equipe busca alcançar no primeiro trimestre. 
  • Para o médio prazo defina resultados esperado para o primeiro semestre do ano.
  • Para longo prazo defina resultados para o ano, que influenciarão no ano seguinte, afinal um bom planejamento começa na véspera. 

Para envolver toda a equipe, é primordial analisar os resultados esperados e metas em diferentes etapas da cadeia e em diferentes setores.

1 – Financeiro (Estrutura de custos e fontes de receita);
2 – Relacionamento (Parcerias, clientes, fornecedores);
3 – Canais de distribuição  & Logística;
4 – Recursos. 

Dentro dos tópicos acima é possível definir metas como:

  • Quantidade de TEUs e FEUs que serão embarcados
  • Participação no mercado;
  • Reconhecimento internacional;
  • Exploração de novos mercados;
  • Aumento da quantidade de processos;
  • Redução de erros e retificações;
  • Redução de % em perdas de prazo;
  • Melhora de % nas soluções para clientes;
  • Melhora no relacionamento com o cliente;
  • Redução de custos;
  • Inovação;
  • Investimento em marketing e vendas;
  • Investimento em capacitação de funcionários.
  • Aumento da produção
  • Maior eficácia logística
  • Retorno sobre o investimento

Não se limite apenas nas metas citadas acima, cada empresa possui um escopo diferente e deve ser analisada individualmente. 

Durante o ano, para acompanhar cada meta, a empresa deve possuir ferramentas que auxilie na execução. Atualmente, um método elogiado por corporações é o Agile Model.

 

2. Metodologia Ágil

Para os resultados de fato saírem do papel e não ficarem apenas no planejamento de início do ano, é necessário uma estratégia que transforme planos em ação. 

A metodologia Ágil possui quatro elementos chaves que servem como guia para empresas que buscam otimizar seus projetos com mais agilidade e com o menor custo possível. Os elementos são:

  • Indivíduos e interações acima de processos e ferramentas;
  • Software funcionando acima de documentação abrangente;
  • Colaboração com o cliente acima de negociação de contratos,
  • Resposta às transformações, mais do que seguir um plano.

O framework mais indicado para realizar metodologia Ágil é o SCRUM,  ele é responsável por gerenciar projetos complexos, ou seja, é muito bem vindo no comércio exterior. 

O SCRUM conduz os projetos e deixa visível todos os desafios para a equipe, há reuniões periódicas que desafiam cada integrante da empresa a declarar quais atitudes foram realizadas para cumprir com o objetivo final. 

Os benefícios do SCRUM são:

  • Motivação a equipe;
  • Foco no produto final (Satisfação do cliente);
  • Desafiar os colaboradores a trazerem inovações para dentro da empresa;

 Se você quiser conhecer melhor o SCRUM e sua aplicação no comex, clique aqui para ler o artigo: “Como o Scrum pode ajudar equipes no Comércio Exterior?

3. Use as tecnologias a seu favor 

As empresas que prestam serviços B2B (Business to Business), também devem notar e identificar novas tendências ofertadas ao consumidor final, a tecnologia está revolucionando a oferta de produtos e serviços e quem quiser se manter competitivo no mercado terá que acompanhar. 

Utilize plataformas, aplicativos e ferramentas que te ajudem nas suas atividades diárias como tracking automatizado de cada embarque, follow up automatizado, prospecção de mercado e acesso a novos cliente e fornecedores.

Como ouvimos na velha expressão de Benjamin Franklin, “O tempo é dinheiro” , e além disso, ainda é PROPÓSITO, uma vez que quando determinadas atividades possam passar a ser automatizadas, como os casos acima, cada equipe poderá possuir foco total no que realmente interessa: A SATISFAÇÃO DO CONSUMIDOR. 

E não basta apenas um setor utilizar tecnologia, toda a empresa deve possuir o mindset para utilizar e buscar sempre inovar.

 

4. Análise de diferentes cenários 

Deve ser analisados diferentes cenários para entender como e onde a empresa irá atuar. 

  •  Situação econômica internacional

As empresas devem estar antenadas no que está acontecendo no ambiente internacional, para entender diferentes forma de abordar seus clientes e se manter preparado para aumento ou queda na demanda de produtos ou serviços  .

É impossível uma empresa obter sucesso se fechar os olhos para o que está acontecendo no mundo. Importadores, exportadores e todos os players desta área devem estar ligados com as políticas internacionais, acordos e conflitos. 

Além disso, ao longo do tempo, os consumidores de outros países podem modificar seus hábitos de consumo, um país pode aumentar sua renda per capita e passar a consumir mais produtos luxuosos, ou pode sofrer uma epidemia e demandar mais medicamentos. 

Um bom exemplo disso, é a exportação de carne do Brasil para a China, o gigante asiático cada ano se torna um país mais desenvolvido, graças a isso, a população começou a se alimentar de carne bovina, porém no ano passado, diversos animais tiveram que ser sacrificados por possuir uma doença. Dessa forma, o Brasil se comprometeu em exportar para a China, batendo em 2019 o recorde de maior faturamento de todos os anos na exportação de bovinos. 

Estando por dentro de tudo o que acontece, a empresa se mantém preparada para oportunidades que surgem naturalmente durante o ano.

  • Relações Internacionais

As relações internacionais e os acontecimentos globais interferem diretamente na entrada e saída de mercadorias do país, consequentemente, influenciando os players do comércio exterior.

Conflito entre dois países, sempre influenciam demais países, um exemplo atual disso é o Irã e Estados Unidos, isso afeta as relações internacionais de muitos outros países e consequentemente o comércio exterior. 

No comércio internacional isso pode ser aplicado da seguinte forma, o Irã pode impedir a entrada de produtos de países de origem que apoiam os Estados Unidos, se isso acontecer, a carga deverá ser direcionada para o país mais próximo que a aceite ou devolvida a sua origem. 

Já os Estados Unidos, criou sanções  sobre produtos Iranianos e de países que apoiam o Irã, como China e Cuba. Os setores afetados foram: Mineração, alumínio e construção.

Para saber como a cultura de um país pode influenciar no comércio exterior, clique aqui:  Como a cultura de um país influencia no Comércio Internacional?

  • Análise da concorrência

“A suprema arte da guerra é derrotar seu inimigo sem lutar” 

Essa sentença é de Sun Tzu no livro A Arte da Guerra, o livro foi escrito em IV ac, porém hoje pode ser interpretado para o setor empresarial. A sentença  quer dizer que não é lutando que você irá vencer sua concorrência, mas sim o conhecendo e planejando sua estratégia com base no planejamento de sua concorrência. 

Por isso a análise da concorrência deve ser fundamental, para conhecer o campo de batalha em que a empresa está. 

Quais são as metas da sua concorrência para 2020?
De que forma eles irão atuar no mercado?
Quanto eles representam de ameaça para sua empresa?

As respostas das perguntas acima auxiliam na estratégia e planejamento da própria empresa.

 

5. Treinamento e Desenvolvimento

O treinamento e desenvolvimento da equipe deve ser realizado regularmente durante o ano. No comércio exterior é importante que mesmo os setores estando separados, toda a equipe conheça a operação como um todo. 

As empresas devem criar oportunidades para seus colaboradores participarem de eventos, cursos e palestras. E os colaboradores devem se manter interessados em se atualizar no comex. Dessa forma, os dois lados obterão sucesso. 

A única forma de se tornar um especialista no comércio exterior é entendo a cadeia logística desde a produção do produto na origem até a chegada para o consumidor final no destino. E isso vale para profissionais e para empresas. 

 

Depois dessas 5 dicas, você está preparado para planejar o seu 2020 no comex? Deixe nos comentários!

Esse conteúdo foi escrito por Kauana Pacheco.

Post Author: LogComex

Equipe de Marketing da LogComex