Site Loader
Reading Time: 2 minutes

O sucesso das operações de importação e exportação depende da troca de informações entre diferentes intervenientes logísticos. Para utilizar esses recursos da melhor forma, é necessário processar um grande volume de dados, a fim de transformar informações em uma inteligência valiosa para negócios do Comércio Exterior.   

Na cadeia logística este é um processo complexo, que precisa ser bem estruturado para acontecer de forma eficiente A análise pode envolver dados particulares e/ou externos, capturados da base de terceiros, que precisam ser classificados, agrupados e analisados para gerar insights e preditividade. Além disso, o processamento de dados tem como objetivo barrar e separar dados que apresentam alguma informação incorreta. 

Com o grande volume de informações, algumas ferramentas tornam o processamento de dados possível como mostraremos a seguir:

Quando falamos em fontes oficiais, como a Receita Federal, temos o  Sistema Integrado de Comércio Exterior (Siscomex), que permite aos participantes da cadeia logística registrar o processo de importação e exportação, gerando um grande banco de dados. 

Outra ferramenta importante é o Sistema de Seleção Aduaneira por Aprendizado de Máquina (Sisam), responsável por coletar os dados referentes a históricos de declaração de importação, sejam elas supervisionadas ou não supervisionadas. 

O Brasil também conta com o Intelligent and Integrated Customs Transactions Analyzer (ANIITA), que tem como objetivo extrair dados dos mais variados sistemas e apresentar os dados mais relevantes para a liberação alfandegária

Todos essas ferramentas utilizam o gerenciamento de dados como uma forma de facilitar as transações comerciais de forma segura pelo país. Veja agora como as novas tecnologias tem contribuído para aprimorar ainda mais este processo. 

Uma das características do trabalho com dados é o processamento em tempo real, que acontece de forma imediata, organizada e  ordenada por meio de registros como em um Workflow. A exemplo do Tracking Automatizado, a conclusão de um processamento de um embarque.

Seguindo a ideia do gerenciamento, também está disponível a tecnologia Big Data para uma organização de dados ainda mais eficiente. Com um Big Data Analytics, a exemplo da LogComex, é possível analisar o grande volume de informações e aproveitar de forma estratégica os dados dispostos em uma plataforma de Business Inteligente, focada no desenvolvimento e analise de negócios 

Com isso podemos ver que o processamento de dados é de extrema importância tanto na estratégica e também operacional da empresa,  para a operação e gestão de comércio exterior. 

Gostou do artigo? Conheça as soluções que a LogComex tem para o seu negócio com o Big Data, o Tracking Automatizado e o SearchX e encontre aquele que tem mais a ver com a sua necessidade.

Post Author: Thaynara Rezende de Oliveira

Produtora de conteúdo da LogComex, jornalista e especialista em Comportamentos de Consumo.