São Paulo e Santos: relevância para o comércio exterior

São Paulo e Santos: relevância para o comércio exterior

O dia 25 de janeiro é marcado pelo aniversário de São Paulo: em 2021, a cidade completou 467 anos! Maior centro financeiro e corporativo da América Latina, São Paulo é fundamental para a importação e exportação do Brasil.

Além do aniversário da capital do estado, o dia seguinte — 26 de janeiro — também é uma data comemorativa. Afinal, é aniversário da cidade de Santos, no litoral, que completa 474 anos. 

A importância das cidades de São Paulo e Santos para o comércio exterior no Brasil é enorme. Aproveitando a semana em que se comemoram essas duas datas tão especiais, a Logcomex reuniu dados que mostram sua representatividade no comércio exterior brasileiro. 

Vamos conhecer um pouco mais sobre seus cenários de importação e exportação?

São Paulo: importação

De janeiro a dezembro de 2020, São Paulo registrou números extremamente significativos no cenário da importação: 

  • Em importações, movimentou mais de 7 bilhões de dólares
  • No ranking de importação entre todos os municípios do país, ocupou o 4º lugar.
  • No ranking de importação entre todos os municípios do estado, ocupou o 1º lugar. 

Sobre os produtos mais importados na cidade de São Paulo estão:

1º lugar
2710 —
Óleos de petróleo ou de minerais betuminosos, exceto óleos brutos: representou 13% de todos os produtos importados pelo município;

2º lugar
3002 — Sangue humano; sangue animal preparado para usos terapêuticos, profiláticos ou de diagnóstico; antissoros, outras frações do sangue e produtos imunológicos, mesmo modificados ou obtidos por via biotecnológica; vacinas, toxinas, culturas de microrganismos (exceto leveduras) e produtos semelhantes. sangue humano, soros, antídotos: a posição 3002 é interessante de se observar entre os produtos mais importados da cidade.
Afinal, o ano foi cenário de uma pandemia mundial, em que se importou muitos insumos para o combate à doença. A categoria de produtos representou 4,2% dos de tudo o que foi importado pela cidade de São Paulo.

3º lugar
3004 — Medicamentos (exceto os produtos das posições 30.02, 30.05 ou 30.06) constituídos por produtos misturados ou não misturados, preparados para fins terapêuticos ou profiláticos, apresentados em doses (incluindo os destinados a serem administrados por via percutânea) ou acondicionados para venda a retalho: representou uma parcela de 3,6% dos produtos importados por São Paulo.

Importação aérea

A Logcomex conta com uma plataforma de Big Data que reúne dados relevantes sobre a importação e a exportação — tanto marítima quanto aérea. 

Nela, é possível realizar buscas por diversos filtros: 

  • Porto de origem e porto de destino;
  • Aeroporto de origem e aeroporto de destino;
  • Consignatário;
  • País de origem;
  • Estado do consignatário;
  • Tipo de carga;
  • HSCode.

Essas e várias outras informações podem ser encontradas na plataforma, todas organizadas em dashboards para que a visualização seja simplificada. Para complementar ainda mais o conteúdo, reunimos alguns dados da plataforma!

Filtramos as informações referentes ao Aeroporto de Guarulhos (GRU), principal aeroporto para o comércio internacional realizado pela cidade de São Paulo.

No total, o aeroporto registrou mais de 458 mil embarques. Se tratando de país de origem das importações realizadas pelo município, os Estados Unidos representaram 25% do total de embarques realizados: mais de 119 mil. 

Foram importados mais de 187 milhões de quilos em cargas no período de janeiro a dezembro de 2020. 

São Paulo: exportação

Já no panorama da exportação, São Paulo continuou apresentando destaque:

  • Em exportações, movimentou mais de 4 bilhões de dólares;
  • No ranking de exportações entre todos os municípios do país, ocupou o 6º lugar;
  • No ranking de exportações entre todos os municípios do estado, ocupou o 1º lugar. 

Sobre os produtos mais exportados por São Paulo estão:

1º lugar
7108 — Ouro (incluindo o ouro platinado) em formas brutas ou semimanufaturadas ou em pó: essa classe de produtos representou uma parcela de 24% do total de produtos exportados, ocupando o 1º lugar no ranking.

2º lugar
1201 — Soja (mesmo triturada): representou 21% do total de produtos exportados, ficando em 2º lugar no ranking.

3º lugar
1701 — Açúcares de cana ou de beterraba e sacarose quimicamente pura, no estado sólido: ocupando o 3º lugar no ranking de produtos mais exportados, a classe de produtos representou uma parcela de 16%.

Santos: importação

A cidade de Santos abriga o maior complexo portuário da América Latina. Na importação, o município movimentou mais de 1 bilhão dólares no ano de 2020. Confira outros números interessantes sobre a importação em Santos:

  • No ranking entre todos os municípios do país, ocupou o 8º lugar;
  • Já no ranking entre os municípios do estado de São Paulo, ocupou o 2º lugar.

Esse foram os 3 primeiros produtos no ranking de produtos mais importados na cidade de Santos de janeiro a dezembro de 2020:

1º lugar
8307 — Tubos flexíveis de metais comuns, mesmo com acessórios: ficou em primeiro lugar, representando uma parcela de 29% do total de produtos importados pela cidade de Santos.

2º lugar
2710 —
Óleos de petróleo ou de minerais betuminosos, exceto óleos brutos: representou 15% do total de produtos importados, ocupando a segunda colocação.

3º lugar
7304 — Tubos e perfis ocos, sem costura, de ferro ou aço: representando 9% do total de produtos importados pela cidade de Santos, ficou em 3º lugar do ranking.

Importação marítima

Realizando uma pesquisa na plataforma da Logcomex tendo o Porto de Santos como porto de origem, é possível ter um panorama sobre a importação via modal marítimo no município. 

De acordo com os dados, o Porto de Santos movimentou mais de 30 bilhões de quilos em cargas, distribuídos em mais de 600 mil embarques realizados em todo o ano de 2020. 

A maioria das cargas que chegaram ao Porto de Santos tiveram a China como país de origem, que contabilizou mais de 190 mil embarques.

Sobre os tipos de carga, contêiner aparece em primeiro lugar, representando aproximadamente 72% do total. Logo em seguida estão as cargas soltas, representando praticamente 27%.

Tipos de carga no Porto de Santos em 2020. Fonte: Logcomex.

Santos: exportação

No ano de 2020, as exportações em Santos movimentaram mais de 2 bilhões de dólares. Além disso, a cidade ocupou o 8º lugar no ranking de exportação do país.

Entre os municípios do estado de São Paulo, Santos ficou em 2º lugar no ranking, logo atrás da capital. 

Sobre os produtos mais exportados na cidade de janeiro a fevereiro de 2020, essa foi a lista do Top 3: 

1º lugar
1201 — Soja, mesmo triturada: em Santos, ocupou o 1º lugar, com uma parcela de 38% do total.

2º lugar
2710 — Óleos de petróleo ou de minerais betuminosos, exceto óleos brutos: ficou em 2º lugar com 31%;

3º lugar
5201 — Algodão, não cardado nem penteado: com 9,5%, ficou em 3º lugar no ranking de produtos exportados em Santos.

Exportação marítima

Realizando uma busca na ferramenta de Exportação Marítima da Logcomex, é possível ter vários insights sobre o comércio internacional realizado pela água. 

Leia mais: Software de Comex: conheça os benefícios

Aplicando um filtro de busca pelo Porto de Santos, foi possível encontrar vários indicadores relevantes sobre o complexo portuário no ano de 2020! Olha só:

De janeiro até dezembro, foram realizados mais de 29 mil embarques. Destes, 22 mil foram embarque Direto, enquanto mais de 6 mil foram embarques Master. 

Se tratando de peso, mais de 6 bilhões de quilos foram transportados para fora do país pelo Porto de Santos. Já se tratando de quantidade de TEUS, a quantidade total exportada ultrapassa a marca de 1 milhão.

Entre os tipos de carga mais presentes nas exportações em 2020 no Porto de Santos, o primeiro lugar foi ocupado por cargas em contêiner: mais de 93% do total. Logo em seguida estão as cargas em granel sólido, que representaram 2,95%.

Tipos de contêiner utilizados para exportação no Porto de Santos em 2020. Fonte: Big Data Expo - Logcomex.

Tipos de contêiner utilizados para exportação no Porto de Santos em 2020. Fonte: Big Data Expo – Logcomex.

Se tratando dos tipos de contêiner, o DRY foi o que representou a maior parcela entre os utilizados na exportação do complexo portuário: mais de 67%.

Tipos de contêiner utilizados para exportação no Porto de Santos em 2020. Fonte: Big Data Expo – Logcomex.

Comparando o ano de 2019 com o ano de 2020, é possível entender o panorama completo da exportação no Porto de Santos. Confira o gráfico: 

Comparativo dos anos de 2019 e 2020 — em quantidade de embarques — na exportação (Porto de Santos). Fonte: Big Data Expo - Logocomex.

Comparativo dos anos de 2019 e 2020 — em quantidade de embarques — na exportação (Porto de Santos). Fonte: Big Data Expo – Logocomex.

Leia mais: Balanço de 2020 e expectativas para 2021 na Importação

Entenda o cenário do frete para importações da China 

Gostou do artigo? Além de desenvolver soluções tecnológicas para o comércio exterior, a Logcomex produz uma série de conteúdos valiosos para quem atua no mercado. 

Com o panorama atual do comércio internacional para importações na China, realizamos um estudo completo sobre os valores de frete de 3 das principais rotas de importação para o Brasil. 

Faça o download gratuito do material e confira os valores médios de frete ao longo dos meses de 2020! Baixe agora o infográfico.