Saiba as vantagens da tecnologia para a cadeia logística

Tecnologia na cadeia logística: quais são as vantagens?

A cadeia logística está em constante evolução, afinal a tecnologia avança cada vez mais rápido e, com isso, ajuda a criar soluções para todos os segmentos.

Em pouco tempo, o uso de ferramentas tecnológicas se tornou fundamental na cadeia logística. Principalmente devido à preocupação com o prazo de entrega de produtos e mercadorias. Preocupação que, nos dias atuais, não é apenas um diferencial, mas sim uma exigência do mercado.

É importante que todos os processos sejam feitos com a maior transparência e coerência. Sem esquecer que acelerar os processos não significa fazer tudo rápido e de qualquer jeito. Os avanços precisam beneficiar — e não o contrário.

Neste sentido, não é de hoje que a tecnologia tem ganhado espaço no segmento. Alguns exemplos disso são o uso de código de barras, plataformas de visibilidade e ERP para controle de estoque. Recursos que trazem muito mais praticidade para o dia a dia e controle de toda cadeia logística.

Porém, o que se observa agora é uma grande mudança: a tecnologia tem se tornado o centro dos processos produtivos. O que transforma esse segmento em uma espécie de transporte do futuro.



Esses avanços acabam beneficiando todas as áreas da cadeia logística:

Tornando, assim, a cadeia logística mais precisa, rápida e eficaz.

Os impactos positivos proporcionados pela tecnologia — nos processos e na gestão — já estão sendo sentidos por empresas que investiram nessas inovações. Seja em partes ou em toda sua cadeia logística.

Pensando nisso, hoje vamos falar justamente sobre como utilizar a tecnologia na cadeia logística. E, caso você não tenha uma visão detalhada sobre o tema, não se preocupe. Vamos trazer ferramentas e tudo o que você precisa saber para entender sobre esse assunto.

Importância e vantagens da tecnologia na cadeia logística

É praticamente impossível fazer entregas seguras e eficientes sem os processos de automação — sejam serviço de rastreamento de veículos, sistema de gerenciamento de riscos, sem contar as ferramentas que oferecem visibilidade operacional.

Graças à tecnologia é possível melhorar o desempenho, os resultados, e, acima de tudo, a lucratividade da empresa. Afinal, com um serviço mais efetivo e rápido, toda a cadeia logística sai ganhando.

Neste contexto, a inovação deve ser a premissa das empresas. Isso porque a tecnologia traz soluções para diversos processos antes manuais. Como, por exemplo, a digitalização de arquivos, tornando esse processo muito mais simples.

Evitando, assim, pilhas e mais pilhas de papéis — que muitas vezes podem acabar se perdendo em meio às pastas e gavetas, além de ter um maior índice de erro.

Essa inovação tecnológica minimiza os custos, reduzindo falhas e retrabalhos, otimizando, com isso, toda linha produtiva da cadeia logística.

Até mesmo a realização de um planejamento estratégico se torna mais fácil por meio do desenvolvimento de software de automação comercial, por exemplo, que permite prever como serão todos os processos da cadeia.

Leia também: Por que investir em automação no comércio exterior?

Isso porque, ao se obter uma visibilidade da operação em tempo real, podendo acessar todos os dados de forma precisa e confiável, é muito mais simples definir os planos de crescimento.

Sem contar toda agilidade — tanto no armazenamento e movimentação, quanto nas entregas em todo o serviço de transporte de veículos — usando as melhores rotas, tornando as viagens mais rápidas e seguras.

Além das formas de condução dos caminhões, acompanhamento das viagens, os acessos às informações da operação. Aspectos que comprovam como a tecnologia é importante.

Toda implementação dos sistemas tecnológicos para o gerenciamento de operações e transportes, aumenta a comunicação entre os colaboradores, com isso, tornando até mesmo uma gestão de frota de veículos leves funcional e eficiente.

Afinal,  é possível diagnosticar os problemas de forma remota, aumentando deste modo a efetividade nas entregas e a satisfação do cliente. Pois, com menos danos, avarias, extravios, atrasos e custos mais baixos, a experiência proporcionada é superior.

Desafios da tecnologia na cadeia logística

Como tudo o que é novo, pode demorar um pouco para que as empresas se adaptem a aplicar a tecnologia à cadeia logística.

Além de enfrentar alguns desafios na hora de implementar essas mudanças, que promovem as inovações necessárias.

Sabemos que, mesmo com as transformações digitais, às vezes fica difícil romper com os modelos tradicionais. Afinal o funcionamento do processo tradicional já é familiar a todos, gerando certo conforto e comodismo.

Leia também: Como a transformação digital está impactando o comércio exterior

Mas, é preciso se abrir para o novo e — por mais que existam desafios e diversos obstáculos — é muito importante (e de grande valor) que a implementação da tecnologia seja feita nas empresas.

Falando em desafios, entre os principais, podemos citar a falta de infraestrutura para que essa implementação tecnológica seja feita.

Bem como a falta de recursos e, principalmente, a carência de incentivos à modernização das empresas. Além da utilização de modelos de gestão tradicionais e hierárquicos.

Sem falar nos custos com a tecnologia e toda a dificuldade em ter acesso a linhas de crédito e financiamentos. Esbarrando, também, no pouco conhecimento sobre os serviços tecnológicos disponíveis.

Isso vale para todos os setores da cadeia logística, não apenas para o sistema de logística em e-commerce.

Por outro lado, os benefícios da tecnologia se sobrepõem a estas dificuldades, fazendo com que sua implementação valha a pena apesar de tudo.

Práticas e ferramentas de tecnologia para as cadeias logísticas

Entenda um pouco melhor como funcionam as práticas de tecnologia nas cadeias logísticas, que devem ser adotadas em seu negócio.

Rastreamento de cargas

No mundo moderno, onde se tem acesso a milhares de dados em tempo real, aumenta a necessidade de saber instantaneamente todas as informações das mercadorias.

Por isso, para as empresas é fundamental ter um mecanismo de rastreamento — inclusive das mercadorias que estão fora do país, já que assim é possível lidar melhor com problemas como atrasos das cargas internacionais. Este tipo de monitoramento permite:

  • Melhor gerenciamento de riscos: previsibilidade de complicações e possibilidade de proteger a mercadoria quando ainda há tempo de tomar uma ação
  • Redução de custos: ao saber quando existe alguma complicação com antecedência, é possível evitar custos adicionais com armazenagem extra e demurrage
  • Tomada de decisão: com informações em tempo real disponíveis para toda a equipe relacionada com a cadeia logística, compras e envolvidos no controle de importações, a tomada de decisão de todos os departamentos se tornam mais estratégicas.

Entre outras inúmeras vantagens decorrentes da decisão de usar a tecnologia a favor da sua empresa em toda a sua cadeia logística.

Além disso, também é importante pensar no deslocamento das cargas em território nacional. Neste contexto, é possível utilizar recursos tecnológicos como:

  • Rastreador via GPS
  • Monitores no veículo
  • Telemetria.

Relacionamento com o cliente

A logística, sem dúvidas, é uma das áreas que têm um maior contato com o cliente final, pois sua função é todo o processo de entrega dos produtos. Por isso é importante prestar atenção a cada detalhe, para minimizar qualquer tipo de problema.

Neste sentido, usar o mecanismo Customer Relationship Management (CRM) — por meio do qual é possível entender todas as necessidades dos consumidores, garantindo uma maior satisfação, e tornando o cliente o centro dos processos da empresa — é uma alternativa viável.

Gestão de estoque

A gestão de estoques é primordial para um bom funcionamento da cadeia logística, visto que entradas e saídas erradas causam enormes prejuízos e comprometem a experiência do cliente.

Para controlar e organizar esse estoque, uma das soluções usadas atualmente tem sido Warehouse Management System (WMS), que permite analisar os volumes e, com isso, ter uma melhor gestão do espaço.

Esse processo é fundamental para organizar e evitar perdas no estoque — que atrapalham toda a gestão logística — aumentando a produtividade e eficiência nos prazos de entrega.

Controle de processos

Essa é uma etapa fundamental na cadeia de logística, pois é importante controlar todos os setores — especialmente considerando que os impactos alteram de forma significativa todo o planejamento.

Uma ótima forma de otimizar esse processo é utilizar o Enterprise Resource Planning (ERP), pois trata de um sistema integrado onde é possível analisar todos os processos internos.

Dessa forma, com os dados em mãos, todos os envolvidos conseguem se adequar aos prazos, solicitar informações, facilitando a comunicação e as demandas nos setores.

Gerenciamento de transporte

Outra prática para se atentar na cadeia logística é focada em toda tecnologia do uso de sistemas focados no gerenciamento de transporte, conhecido como Transportation Management Systems (TMS).

Com esse software você tem um maior controle da produtividade de todas as frotas da empresa. Utilizando essa solução, é possível analisar todos os dados estatísticos apontando as melhores soluções para gerenciá-las, como:

  • Verificação do tempo de transporte
  • Evitar que o condutor se exponha a riscos
  • Manutenção dos veículos
  • Faturamento e custos com a atividade
  • Valores de fretes
  • Rotas a serem realizadas
  • Monitoramento do tráfego
  • Planejamento estratégico de frete
  • Consumo de combustível.

Lembre-se: a tecnologia surgiu para ajudar e tornar todos os processos mais rápidos e precisos, evitando muitos problemas, que antes eram comuns em toda cadeia logística. Justamente por isso, ela tende a crescer cada dia mais no setor.  

Por isso, é importante que empresários e principalmente os gestores, fiquem atentos e busquem formas de otimizar todo o processo logístico, incorporando inovações em seu negócio.

Afinal uma logística inteligente é essencial para fazer uma empresa crescer, acompanhar todas as tendências do mercado, sair na frente dos seus concorrentes, aumentar seu lucro e, com isso, conseguir conquistar clientes satisfeitos.

Ou seja, quem investe em tecnologia só tem a ganhar.

Esperamos que o texto de hoje tenha sido útil para sua operação. Faça dele seu guia e siga nossas orientações para conseguir utilizar, da melhor maneira possível, a tecnologia unida à gestão da cadeia logística.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.