Porto de Itajaí: importações e exportações

Porto de Itajaí: importações e exportações

Além da Portonave (na outra margem do Rio Itajaí-Açu, na cidade de Navegantes/SC), o Porto de Itajaí é uma das principais opções para os exportadores e importadores que operam em Santa Catarina. 

Sua localização estratégica, moderna infraestrutura e mão de obra qualificada são os diferenciais que fazem do complexo um dos mais importantes no país.

Sobre o Porto de Itajaí 

Historicamente, os primeiros fundamentos do Porto de Itajaí começaram em 1914. Porém, somente em 1966 é que de fato e oficialmente o terminal veio a ser um Porto Organizado (através do Decreto 58.780/66, que também criou a Junta Administrativa do Porto de Itajaí (JAPI), responsável pela gestão e operação das atividades portuárias). 

Sua administração é uma parceria público-privada em que a autoridade portuária é delegada ao município de Itajaí e exercida pela Superintendência do Porto de Itajaí, autarquia municipal criada em 2000, e pelo terminal privado APM Terminals (do Grupo Maersk), que possui maior movimentação e importância, em termos financeiros e estatísticos.

Sua localização no centro da cidade de Itajaí/SC, próximo dos principais entroncamentos rodoviários do Sul do Brasil, distante poucos quilômetros das rodovias BR-101 e BR-470, o coloca no centro da Região Sul, englobando, num raio de aproximadamente 600 quilômetros, as capitais de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo, além de importantes municípios nestes quatro estados.

Estrutura portuária

A estrutura portuária fica na margem direita do Rio Itajaí-Açu, a cerca de 3,2 quilômetros de sua foz e tem aproximadamente 14 metros de profundidade.

Na parte pública conta com dois berços de atracação de 500 metros de extensão, pátios asfaltados e alfandegados com o total de 60 mil metros quadrados e um retroporto alfandegado asfaltado de 25,5 mil metros quadrados.

Além disso, possui um píer turístico com um berço de atracação com 78 metros de comprimento e dois dolfins de amarração (uma espécie de extensão do ancoradouro), com distância entre si de 217 metros.

Já a APM Terminals Itajaí, que fica em uma área contígua ao Porto Público de Itajaí, possui dois berços de atracação com a extensão de 535 metros de extensão, uma área de 75 mil metros quadrados para armazenagem de contêineres e 744 tomadas para contêineres reefer.

Além disso, possui um armazém com 1,5 mil metros quadrados, dois portêineres do tipo twin-lift para operações de navios com capacidade de até 7 mil TEUs (lembrando que 1 TEU é igual a um contêiner de 20 pés), três guindastes com capacidade de 100 toneladas brutas e dois guindastes com capacidade de 140 toneladas brutas.

Em ambos, o tamanho máximo de navios que podem operar é de 350 metros de comprimento no período diurno e 306 metros de comprimento no período noturno.

Os principais armadores que utilizam o Porto de Itajaí, em conjunto com a APM Terminals são, em ordem de movimentação, Maersk, Hamburg Sud e CMA CGM, acompanhados de longe por COSCO, ONE, Hapag Lloyd e PIL, conforme aponta o gráfico abaixo:

Nova call to action

Importações e Exportações do Porto de Itajaí

Focado em cargas gerais conteinerizadas, o Porto de Itajaí faz parte do complexo portuário de mesmo nome, que ocupa hoje a segunda colocação em movimentação de contêineres.

Além disso, lidera o ranking de Exportações de produtos congelados e figura entre os primeiros quando se trata de máquinas, motores e equipamentos.

Com relação ao tipo de operação, as Exportações, que em um passado não tão distante representavam mais de 90% das operações do Porto de Itajaí, hoje respondem por aproximadamente 80%, enquanto os outros 20% são das Importações. 

Importações do Porto de Itajaí 

Tomando por base o mês de janeiro de 2021, quase 9 mil embarques foram realizados pelo Porto de Itajaí/APM Terminals, envolvendo cerca de 15,5 mil contêineres, sendo aproximadamente 3,6 mil de 20 pés e 15,4 mil de 40 pés, o equivalente a 27,180 TEUs (que é a medida adotada internacionalmente para contabilizar a movimentação de contêineres e é a sigla para Twenty feet Equivalent Unit, em inglês, que significa Unidade Equivalente a Vinte Pés).

O continente asiático segue sendo a principal linha de recebimento, com destaque para a China (Shanghai, Shekou, Ningbo e Qingdao), Coréia do Sul (Busan), India (Mundra) e Hong Kong.

porto-de-origem-importação-porto-de-itajai

Fonte: Big Data, Logcomex.

No que diz respeito à acomodação das mercadorias, 82% das cargas são recebidas em contêineres, e o 18% restante em carga solta. Além disso, 85,8% dos embarques são na modalidade collect, cujo pagamento do frete é feito no Brasil.

tipo-de-carga-porto-de-itajai-importação

Fonte: Big Data, Logcomex.

Por fim, para ratificar a importação do Porto de Itajaí no cenário nacional, embarques de consignatários de 18 estados do Brasil (incluindo o Distrito Federal) chegaram pelo Porto de Itajaí/APM no período apurado, o que resulta em 66,66% de abrangência no território brasileiro.

Exportações do Porto de Itajaí

No mesmo período de janeiro/2021 as Exportações bateram pouco mais de 176 mil TEUs, em aproximadamente 49 mil embarques. Isso corresponde a 86,63% das operações, enquanto 13,37% são das Importações.

Os destinos mais utilizados nas exportações são Shanghai, Durban, Luanda e Emirates. 

porto-de-itajai-exportação-porto-de-destino

Portos de destino para exportações no Porto de Itajaí. Fonte: Big Data, Logcomex.

O produto que mais embarcou foi a carne (principalmente suína e aves). Cerca de 25,5 mil embarques aconteceram, o que resulta em aproximadamente 14,4%, em um universo com mais de 8,8 mil NCMs.

porto-de-itajai-tipo-de-mercadoria-exportação

Fonte: Big Data, Logcomex.

Por consequência, o contêiner do tipo Reefer foi o mais utilizado (71,79%) já que as carnes e outros produtos necessitam refrigeração na viagem.

tipo-de-conteiner-porto-de-itajai-exportação

Fonte: Big Data, Logcomex.

O segundo item mais exportado diz respeito a matérias primas para produtos químicos, com pouco mais de 8 mil embarques que representam 4,5%.

Nova call to action

Amplie seus resultados no comércio exterior

Uma das maiores aliadas para tomar decisões certeiras para o seu negócio é a inteligência de mercado.

A plataforma da Logcomex reúne dados riquíssimos de comércio exterior. Com eles, é possível realizar pesquisas completas e fazer análises profundas sobre o mercado. Os números exemplificados neste texto são apenas uma amostra das possibilidades que seu negócio pode atingir com a Logcomex. Clique aqui e saiba mais.

Nova call to action