Entenda como funciona, vantagens e desvantagens

INCOTERM EXW: como funciona? Quais as vantagens?

Atualmente o mundo inteiro utiliza a tabela INCOTERMS 2022, que contempla as normas norteadoras de uma negociação internacional e limita as responsabilidades de cada uma das partes envolvidas nas tratativas. 

Pensando nisso, elaboramos um texto repleto de detalhes em relação ao INCOTERM EXW, visto que ele é um dos termos mais utilizados no meio internacional.

A propósito, se você está lendo esse artigo é porque sabe que o sucesso de uma operação logística internacional depende do bom entendimento dos INCOTERMS. 

O comércio mundial utiliza a tabela INCOTERMS há muito tempo como referência para regulamentar as transações internacionais. 

Sendo assim, todos os profissionais do comércio exterior precisam ter o domínio desse tema.



Leia mais: Incoterms 2022: o que são? Quais os principais tipos? Quais escolher?

Não deixe de ler o texto que preparamos e tenha uma ótima leitura.

O INCOTERM EXW (ExWorks – Na Origem) é multimodal, ou seja, se aplica para qualquer tipo de transporte internacional, ou seja, marítimo, aéreo, rodoviário. Na prática este termo indica que o exportador assume o compromisso de disponibilizar a mercadoria devidamente preparada para o transporte, para que o importador faça a retirada no dia e local combinado durante a negociação. Qualquer despesa relacionada ao processo logístico é de responsabilidade do importador.

Como funciona o EXW?

Quando falamos acima em despesas do processo logístico não estamos nos referindo somente ao transporte internacional, mas todo o restante de atividades que envolve uma venda entre diferentes países – afinal, toda exportação resulta em uma importação. As principais atividades envolvidas nesse processo são:

  • Carregamento no país de origem e descarga no país de destino
  • Custos de armazenagem
  • Inspeção e demais etapas burocráticas de ordem alfandegária
  • Transportes intermediários e transporte principal (internacional)
  • Tributos de importação e custos logísticos no país de destino
  • Realização do processo de nacionalização da mercadoria.

Cabe acrescentar que, normalmente, o local combinado para retirada da mercadoria no INCOTERM EXW é dentro da planta do exportador. 

Porém, dependendo do volume da carga, não é raro nos depararmos com situações em que o exportador prefere disponibilizar a mercadoria em um armazém próximo à fábrica, para evitar que o seu espaço fabril fique comprometido.

Logo, não há uma regra específica para determinar o local de prontidão da carga. Porém, é importante que este local esteja declarado na Fatura Comercial para garantir a clareza da informação e evitar falhas.

Afinal, uma operação logística internacional não é algo barato e qualquer situação imprevista significa custo.

Como as responsabilidades ficam separadas?

Para melhor compreensão, temos a divisão das responsabilidades do INCOTERM EXW no país de origem, apenas no país de destino e entre os países.

No país de origem (vendedor)

Assim que a mercadoria estiver pronta e devidamente embalada para exportação, o vendedor a disponibilizará para coleta. 

Dessa forma, a responsabilidade do exportador se resume em providenciar a mercadoria embalada, bem como as suas etiquetas de identificação.

Entre país de origem e destino

Se algum acidente acontecer depois que a mercadoria for tirada do chão para ser transportada, tanto o transportador quanto a companhia de seguros farão contato com o importador (comprador).

Afinal, a contratação desses dois serviços é de responsabilidade dele, mesmo que o sinistro tenha ocorrido no território de origem.

Leia mais: Seguro internacional: como funciona?

No país de destino (comprador)

Uma vez entregue no terminal de destino (porto, aeroporto, etc), a carga precisará ser nacionalizada e todos os trâmites de importação deverão ser conduzidos pelo comprador. 

Este, por sua vez, contratará um despachante aduaneiro para conduzir os trâmites administrativos perante as autoridades aduaneiras e fiscais.

Depois desse processo, a mercadoria seguirá viagem e, portanto, serviços de remoção de carga, devolução de contêiner, transporte nacional, entre outros necessários, também serão de responsabilidade de quem comprou a mercadoria.

Ou seja, esses procedimentos serão organizados pelo importador.

Qual a diferença entre o INCOTERM EXW e o FCA?

Antes de mais nada, cabe informar que tanto EXW quanto FCA são INCOTERMS que indicam que a modalidade do frete é collect, ou seja, o frete deve ser arranjado pelo comprador e não pelo vendedor.

Para entender a diferença entre FCA e EXW é preciso ter em mente as premissas de uma negociação baseada no INCOTERM FCA.

Nesse sentido, saiba que a sigla FCA significa Free Carrier e, diferentemente do EXW, além de se comprometer em disponibilizar a carga no local combinado, o exportador precisa providenciar o desembaraço aduaneiro

Sendo assim, o restante dos custos de toda a operação logística — incluindo o transporte  — permanece na esfera de responsabilidades do importador.

Leia mais: Frete internacional: como calcular?

Vantagens e desvantagens do INCOTERM EXW

Sob o ponto de vista de quem vende, a maior vantagem do INCOTERM EXW é o pouco envolvimento logístico por parte do exportador. 

Isso porque o fato de disponibilizar a mercadoria para retirada na porta da própria sede o isenta da responsabilidade de organizar o transporte e providenciar a liberação da mercadoria.

Este pouco envolvimento é justamente o motivo pelo qual o EXW é um dos INCOTERMS preferidos por exportadores de pequeno e médio porte, que não desejam ter o controle dos trâmites logísticos.

Por outro lado, o importador também pode vislumbrar vantagens e a maior delas é o poder de barganha em relação ao preço da mercadoria durante a negociação, visto que todos os riscos e custos de importação estão na sua conta.

Utilize a planilha de custos de importação gratuita da Logcomex

A Logcomex desenvolveu e oferece gratuitamente a planilha de custos de importação para você conseguir planejar melhor suas ações na importação. Com a planilha de custos de informação, você consegue colocar os valores pagos no processo e calcular quanto você terá que pagar ao todo.

Abaixo, separamos ainda um passo a passo para você entender como ela funciona.

1. Acesse a planilha. Na aba 2, preencha o nome do produto.

Facilite o calculo de custos de importação com a nossa planilha

2. Depois, preencha as informações de “Quantidade”, “Unidade de Medida”, “Peso”, “NCM”, “Descrição da NCM”.

Facilite o calculo de custos de importação com a nossa planilha

3. Depois, preencha os valores estimados e a moeda utilizada no pagamento. 

Facilite o calculo de custos de importação com a nossa planilha

Automaticamente, o valor aduaneiro será atualizado

Automaticamente, o valor aduaneiro será atualizado

5. Na próxima tabela, preencha os valores dos impostos.

Facilite o calculo de custos de importação com a nossa planilha

Os valores e a base de cálculo serão atualizados.

Facilite o calculo de custos de importação com a nossa planilha

Por fim, temos o custo total da mercadoria, tanto em dólar, quanto em libra e euro.

Facilite o calculo de custos de importação com a nossa planilha