Estatísticas de exportação para Europa

Exportação para Europa: como estão as estatísticas?

Você sabe como estão as estatísticas de exportação para Europa? A União Europeia é o principal destino das exportações de mais de 80 países, ocupando um lugar muito importante no comércio mundial.

E para o Brasil ela também é importante, já que somente entre janeiro e abril de 2022 exportou mais de US$ 14 bilhões em mercadorias para o velho mundo.

Por isso, vamos conhecer mais a fundo a importância dessa parceria para nosso país. Veremos quais são os principais produtos exportados, os destinos e os estados de origem.

Importância da Europa na exportação brasileira

A União Europeia (UE), principalmente em virtude de seus acordos comerciais que permitiram maior abertura ao mundo, é um dos grandes nomes no comércio mundial.

O continente é uma ótima região para fazer negócios, pois há grande movimentação de importação e exportação. Não à toa os países desse bloco econômico representam 16% de todo o comércio mundial.



A  exportação para Europa é de grande importância para a balança comercial brasileira, e é esperado que essa importância cresça cada vez mais.

Foi assinado, em 28 de junho de 2019, um acordo de livre comércio entre Mercosul e União Europeia, após quase 20 anos de longas negociações. Ele representa 25% de todo o PIB global.

Assim que o acordo for implementado, após ser ratificado pelos congressos nacionais dos países do Mercado Comum do Sul (Mercosul) e pelo Parlamento Europeu, ele representará um grande avanço, com o acesso a serviços entre os países-membros dos dois blocos maior e as empresas brasileiras poderão participar de licitações no âmbito da UE.

Nova call to action

Dados de exportação para a Europa

A seguir,  confira algumas estatísticas e informações sobre a exportação para Europa entre os meses de janeiro e abril de 2022, como quais são os produtos mais exportados pelo Brasil, os principais destinos, as unidades de desembaraço e os estados exportadores.

Só para exemplificar a importância dessa parceria, apenas no período analisado o Brasil já exportou um valor de US$ 14 bilhões.Esse e os demais dados foram retirados do Logcomex Search Exportação.

Produtos mais exportados

O principal produto exportado pelo Brasil para a União Europeia foi “Soja, mesmo triturada, exceto para semeadura” (NCM 12019000). O valor de exportação nos quatro primeiros meses de 2022 foi de US$ 1.59 bilhão.

Leia mais: Exportação de soja: estatísticas e como fazer

Em segundo lugar ficou “Óleos brutos de petróleo” (NCM 27090010), com US$ 1,51 bilhão exportado. Logo após, completando o Top 3, está o “Café não torrado, não descafeinado, em grão” (NCM 09011110), com US$ 1,44 bilhão exportado.

Outros produtos com participações igualmente importantes são:

  • Bagaços e outros resíduos sólidos, da extração do óleo de soja (NCM 23040090), com US$ 736,1 milhões;
  • Minérios de ferro e seus concentrados, exceto as piritas de ferro ustuladas (cinzas de piritas), não aglomerados (NCM 26011100), com US$ 647,5 milhões;
  • Pastas químicas de madeira, à soda ou ao sulfato, exceto pastas para dissolução, semibranqueadas ou branqueadas, de não coníferas (NCM 47032900), com US$ 503,8 milhões;
  • Outros minérios de cobre e seus concentrados (NCM 26030090), com US$ 345,2 milhões;
  • Tabaco não manufaturado, total ou parcialmente destalado, em folhas secas em secador de ar quente (flue cured), do tipo Virgínia (NCM 24012030), com US$ 266,3 milhões;
  • Farinhas e pellets, da extração do óleo de soja (NCM 23040010), com US$ 263,2 milhões;
  • Alumina calcinada (NCM 28182010), com US$ 237 milhões.

Países de destino

Quanto aos países da exportação para Europa, nosso principal destino são os Países Baixos (Holanda), que receberam um valor de US$ 2,3 bilhões em carga.

No top 5, a Holanda é seguida por Espanha (US$ 1,8 bilhão), Alemanha (US$ 1,5 bilhão), Bélgica (US$ 1,2 bilhão) e Itália (US$,1 bilhão).

Da mesma forma, outros países que importaram quantidades expressivas do Brasil foram Turquia (US$ 981 milhões), Portugal (US$ 799 milhões), Reino Unido (US$ 798 milhões), França (US$ 655 milhões) e Rússia (US$ 649 milhões).

Principais unidades de desembaraço

Quando falamos de unidades de desembaraço estamos nos referindo ao local, autorizado pela Receita Federal do Brasil, onde a carga é desembaraçada e embarcada.

No caso da exportação para Europa, grande parte das mercadorias saíram de nosso país pelo Porto de Santos (URF 0817900). Elas representaram US$ 4,1 bilhões em exportação.

Em seguida, temos Porto de Itaguaí (URF 0717800), com US$ 1,1 bilhão desembaraçado, e Porto de Paranaguá (URF 0917800), com US$ 1 bilhão desembaraçado.

Outras unidades de desembaraço importantes na exportação para Europa foram:

  • IRF São Luís (URF 0317903), com US$ 956 milhões;
  • ALF Belém (URF 0217800), com US$ 920 milhões;
  • Porto de Rio Grande (URF 1017700), com US$ 905 milhões;
  • Aeroporto Internacional de São Paulo / Guarulhos (URF 0817600), com US$ 719 milhões;
  • Porto de Vitória (URF 0727600), com US$ 608 milhões;
  • Porto de Manaus URF 0227600), com US$ 488 milhões;
  • ALF Salvador (URF 0517800), com US$ 419 milhões.

Leia mais: Aeroportos do Brasil: quais são os maiores? Estatísticas do setor

Principais estados de origem na exportação para Europa

Na exportação para Europa entre janeiro de abril de 2022, o estado brasileiro que mais exportou foi Minas Gerais, visto que embarcou cerca de US$ 2,4 bilhões em mercadorias.

Logo em seguida tivemos São Paulo (US$ 2,3 bilhões), Rio de Janeiro (US$ 1,5 bilhão), Mato Grosso (US$ 1,3 bilhão) e Pará (US$ 1,1 bilhão), fechando o ranking dos 5 principais.

Outros estados que igualmente merecem ser mencionados são Rio Grande do Sul (US$ 1 bilhão), Paraná (US$ 791 milhões), Bahia (US$ 572 milhões), Goiás (US$ 556 milhões) e Santa Catarina (US$ 399 milhões).

Como pesquisar informações de exportação no Logcomex Search Exportação

O Search Exportação é uma ferramenta da Logcomex que oferece dados preciosos da exportação nacional. Pesquisar informações com ele é facil. Vamos conferir?

Essa é a tela inicial do Logcomex Search Exportação.

Vamos pesquisar informações do código NCM de 07133190, para “Feijões das espécies Vigna mungo (l.) Hepper ou Vigna radiata (l.) Wilczek, secos, em grão, mesmo pelados ou partidos”.

Assim, você obtém um panorama completo da exportação do produto.

Você tem acesso a Valor Exportado, Peso Exportado, Diferenciação por NCM, Modais, País de Destino, Unidades de Desembaraço, Exportações por Estado e Detalhes dos Embarques. Se interessou? Agende uma demonstração!