O Porto de Santos é um dos principais complexos da américa latina

Porto de Santos: entenda a sua importância para o comércio exterior do Brasil

Não se pode falar de comércio exterior no Brasil sem mencionar o Porto de Santos. Historicamente, o local concentra os principais negócios comerciais do país com o resto do mundo. Navios que cruzam todos os oceanos vindos de todos os continentes descarregam contêineres no maior porto do Brasil, na cidade litorânea do estado de São Paulo.

O porto tem uma localização estratégica para quem chega ao Brasil, já que Santos está localizada a somente 70 km de São Paulo, uma das maiores cidades do mundo e que apresenta as principais estatísticas de mercado produtor e consumidor da América Latina.

Até por isso, o Porto de Santos tem enorme participação na corrente comercial brasileira, representando uma fatia de 28% do total, contra 25% da participação do 2º ao 5º maiores portos do Brasil.

Em nível regional, o lugar é uma das principais portas de entrada do mundo para a América Latina. Atrás apenas do porto de Colón, no Panamá, o Porto de Santos é o segundo maior da região e o principal da América do Sul.

Por essas e outras, se você atua de alguma forma no comércio exterior, deve estar por dentro do que acontece neste porto. Neste texto, você vai conhecer os seguintes assuntos:



Continue lendo e entenda a importância do Porto de Santos para o Brasil e para o mundo.

História do Porto de Santos

Ainda no século XIV, o Porto de Santos começou a criar a primeira forma. A região da Vila de Santos e Vila de São Vicente se tornou ponto estratégico para desembarque de marinheiros, que seguiram para o Rio da Prata para comércio de exportação para Portugal.

A história do Porto de Santos seguiu e remete também ao ano de 1808, quando a corte real portuguesa transferiu a coroa para o Brasil e abriu os portos para navios estrangeiros. Assim, Santos começou a receber embarcações de diversos países. Em seguida, a valorização do café no Brasil chamou a atenção, e o porto foi concedido a um grupo de regime de monopólio privado.

Nova call to action

Foi então que, em 1892, o porto organizado foi inaugurado. O navio inglês Nasmyth atracou no porto no dia 2 de fevereiro daquele ano, com o objetivo de importar café para o mercado britânico.

Foi essa a embarcação a inaugurar o então novo cais de pedra do lugar. Na virada do século XIX para o século XX, o Porto de Santos já se consolidou como o maior porto exportador de café do mundo, além de ser local de chegada de navios trazendo imigrantes para o Brasil.

Só em 1980 que a concessão à iniciativa privada chegou ao fim e os ativos foram transferidos para o Governo Federal brasileiro.

Estrutura do Porto de Santos

Um porto que recebe anualmente mais de 4,1 milhões de TEU, unidade equivalente a 20 pés que representa a capacidade de carga de um container marítimo, precisa de uma estrutura gigante para manter o fluxo. Para dar conta de tudo isso, sua capacidade dinâmica é de 5,3 milhões de TEU por ano.

Quase 5 mil navios desembarcam no Porto de Santos durante o ano. Para escoar para o continente tudo o que chega diariamente ali, existe uma rede de transportes integrada que leva os produtos para os grandes centros e interior do país. São rodovias, ferrovias, dutovias e transbordo que facilitam o transporte para dar sequência às importações e receber o que vai ser exportado.

O canal de navegação natural do porto tem 30 km de extensão e uma profundidade de 15 metros. Sua área total é de 8 km², onde estão localizados 54 terminais, 60 berços e 16 km de cais acostáveis. Para fazer tanta coisa girar no Porto de Santos, a prefeitura da cidade litorânea estima que mais de 50 mil empregos estão associados às atividades portuárias.

Estatísticas de importação e exportação do Porto de Santos

Como você já deve saber, o Porto de Santos é o maior porto do Brasil e o segundo maior da América Latina em movimentação de contêineres por ano. Em 2020, mais de 146 milhões de toneladas embarcaram e desembarcaram no lugar, movimentando cargas e mercadorias por todo o território brasileiro e de mais de 200 países no mundo inteiro.

A partir de uma pesquisa realizada pela Logcomex, foi possível descobrir quais são os principais produtos que chegam no Porto de Santos e de onde vem todos esses contêineres.

Produtos mais importados no Porto de Santos

Confira agora quais são os dez produtos mais importados no Porto de Santos entre janeiro e novembro de 2021, de acordo com levantamento realizado pela Logcomex.

  1. Gasóleo (óleo Diesel) [2710.19.21] – US$ 3.947.307.761,26
  2. Outros Inseticidas, Apresentados De Outro Modo [3808.91.99] – US$ 2.567.877.768,47
  3. Outras Caixas De Marchas [8708.40.80] – US$ 2.345.789.953,02
  4. Outros Cloretos De Potássio [3104.20.90] – US$ 2.308.521.089,39
  5. Outros Fungicidas Apresentados De Outro Modo [3808.92.99] – US$ 1.500.551.303,82
  6. Outras Mercadorias Mencionadas Na Nota De Subposições 2 Do Presente Capítulo, [3808.69.90] – US$ 1.447.319.188,63
  7. Outros Compostos Heterocíclicos Contendo 1 Ciclo Pirazol, Não Condensado [2933.19.90] – US$ 1.408.945.869,30
  8. Outras Partes De Aviões Ou De Helicópteros [8803.30.00] – US$ 1.331.951.854,08
  9. Outras Partes E Acessórios Para Tratores E Veículos Automóveis [8708.99.90] – US$ 1.191.908.985,85
  10. Alumínio Não Ligado, Em Formas Brutas [7601.10.00] – US$ 1.186.603.425,50

Principais países na importação

De onde vêm tantas mercadorias? Se tratando do Porto de Santos, que tem grande papel estratégico para o Brasil e diversos outros países, os produtos chegam de todos os cantos do mundo, de nações com perfis diferentes de importação. Mas é claro que os principais parceiros comerciais do Brasil lideram a importação no local.

De acordo com o levantamento realizado pela Logcomex, só a China, maior parceira comercial do Brasil, ultrapassa o valor de 11,2 bilhões de dólares em produtos importados que desembarcam no Porto de Santos. Esse valor representa mais de ⅓ do total importado pelos 10 principais países parceiros, que você conhecerá abaixo. Em seguida, os Estados Unidos aparecem na lista com mais de 6,9 bilhões de dólares importados.

Somados, o top 10 representa um valor superior a 33,3 bilhões de dólares em importações que chegam no porto paulista, vindos da Ásia, América do Norte e Europa. Conheça quais são esses países:

  1. China – US$ 11.236.167.233,24
  2. Estados Unidos – US$ 6.901.869.234,48
  3. Alemanha – US$ 3.910.555.516,59
  4. India – US$ 2.281.973.567,26
  5. Japão – US$ 2.190.411.311,28
  6. Coreia do Sul – US$ 1.461.392.902,60
  7. Itália – US$ 1.447.777.827,56
  8. México – US$ 1.377.301.180,10
  9. França – US$ 1.374.032.089,05
  10. Russia – US$ 1.128.951.669,90

Quer ter mais estatísticas de importação?

Ter em mãos esse tipo de dados e estatísticas pode ser o diferencial para as suas importações e exportações. Buscar números para enxergar panoramas de mercado vão te ajudar na hora de traçar as estratégias do seu negócio.

Ao usar a inteligência de um mercado como o de comércio exterior, será possível entender o que está acontecendo para tomar as melhores decisões na hora de trazer um produto para o Brasil ou despachar para países estrangeiros.

A Logcomex pode te ajudar a melhorar as transações internacionais neste ano usando como base dados confiáveis, atuais e de fácil visualização. Assim, você analisa o mercado, busca fornecedores, importadores e produtos e encontra as principais tendências de fretes e seguros para melhorar suas importações.