awb

O que é AWB (Airway Bill)? Quais tarifas são aplicadas?

Assim, como o Bill of Lading (BL) é um dos documentos mais importantes no transporte marítimo internacional, o Airway Bill (AWB) é vital no transporte internacional aéreo. Traduzido para Modelo de Conhecimento de Embarque Aéreo, ele é o contrato de transporte de mercadorias entre a companhia aérea e o agente de carga

Mas como ele funciona? Que dados ele precisa conter? Quais as principais taxas atreladas ao AWB? É isso que iremos mostrar ao longo deste artigo.

O que é o Airway Bill (AWB)?

Como falado anteriormente, o AWB é essencial no transporte aéreo. Ele funciona como o contrato do transporte, sendo emitido pela companhia aérea ou pelo agente de cargas internacionais.  O AWB define a posse da carga e indica a negociação e contrato entre as partes, servindo como recibo de embarque

Diferente do BL, o AWB tem um formato pré-estabelecido, criado pela International Air Transport Association (IATA), que deve ser seguido. Além disso, essas informações devem estar de acordo com outros documentos do processo de compra e venda internacional. 

Qual é o padrão do AWB?

Ao contrário do BL, o AWB emitido por uma companhia aérea, possui padronização das numerações dos documentos, o número AWB deve possuir 11 dígitos e 3 partes.



  • Os 3 primeiros dígitos são o prefixo da companhia aérea;
  • Os próximos 7 dígitos são o número de série do AWB;
  • O último dígito é o dígito de verificação, podendo ir de 0 a 6.

Quais dados precisam conter no AWB?

Segundo o padrão internacional, além dos dígitos mencionados anteriormente, alguns dados são obrigatórios. Essa padronização serve para facilitar os trâmites correspondentes ao processo de comércio internacional. Confira as informações obrigatórias ao AWB:

  • Dados da empresa emissora;
  • Número de identificação;
  • Dados completos do exportador e do importador;
  • CNPJ do consignatário;
  • Aeroportos de origem, destino e escala;
  • Número de volumes;
  • Tipo da embalagem;
  • Peso bruto;
  • Dimensão e cubagem dos volumes;
  • Valor e forma de pagamento do frete internacional;
  • Descrição da mercadoria;
  • Data de emissão;
  • Assinatura do emitente.

No caso do AWB, não é necessário conter informações de NCM.

Leia mais: O que é OEA?

Quais são os tipos de AWB?

Existem 3 tipos que são separados em: AWB, MAWB (Master Airway Bill) e o HAWB (House Airway Bill). Além disso, recentemente houve o lançamento do e-AWB, para melhorar os processos no setor. 

AWB

No caso do AWB, é coberta uma determinada carga embarcada individualmente na aeronave. Nesse caso, o documento é emitido diretamente pela companhia aérea.

MAWB

O MAWB é o conhecimento de embarque emitido por cargas consolidadas ou diretas. Nesse caso, ele representa o total da carga, entregue para uma companhia aérea para embarque.

HAWB

Assim como no BL, o HAWB vai especificar a carga emitida com o MAWB. Aqui temos informações mais detalhadas, como Exportador, Importador, vôo e companhia aérea.

e-AWB

A partir de janeiro de 2019, foi lançado o e-AWB, que vem a ser uma evolução do AWB tradicional. Sendo completamente digital, o e-AWB traz benefícios como eficiência, confiança, rapidez, diminuição de erros e redução de papel. 

Tarifas aplicadas no AWB

As taxas que podem ser aplicadas sobre o frete básico são:

Fuel Surcharge

No frete aéreo é cobrado o FSC, ou Fuel Surcharge. Essa sobretaxa é aplicada para corrigir as flutuações no preço do combustível. 

Insurance Risk Charge

Insurance Risk Charge, ou IRC, é a sobretaxa aplicada ao valor do frete. Ela é cobrada como um valor mantido, caso seja necessário a utilização do seguro.

Manuseio de Remessas não empilháveis

Essa sobretaxa incide sobre o valor do frete principal e é cobrada quando há dificuldade no manuseio das cargas. Normalmente, no AWB há a identificação de NON STACKABLE.

Manuseio de Sobrepeso e/ou medida excedente

Essa sobretaxa incide sobre cargas que possuem mais peso ou mais dimensões do que o habitual, necessitando de um tratamento especial.

Taxa de Cargas Perigosas

Essa sobretaxa incide sobre mercadorias perigosas que podem arriscar a segurança da aeronave. 

Ad Valorem

A taxa Ad Valorem é aplicada com mercadorias de alto valor, pois indicam uma maior responsabilidade da companhia aérea no tratamento dessa carga. 

Use a planilha de custos de importação gratuita da Logcomex

A Logcomex desenvolveu e oferece gratuitamente a planilha de custos de importação para você conseguir planejar melhor suas ações na importação. Com a planilha de custos de informação, você consegue colocar os valores pagos no processo e calcular quanto você terá que pagar ao todo.

Abaixo, separamos ainda um passo a passo para você entender como ela funciona.

1. Acesse a planilha. Na aba 2, preencha o nome do produto.

Facilite o calculo de custos de importação com a nossa planilha

2. Depois, preencha as informações de “Quantidade”, “Unidade de Medida”, “Peso”, “NCM”, “Descrição da NCM”.

Facilite o calculo de custos de importação com a nossa planilha

3. Depois, preencha os valores estimados e a moeda utilizada no pagamento. 

Facilite o calculo de custos de importação com a nossa planilha

Automaticamente, o valor aduaneiro será atualizado

Automaticamente, o valor aduaneiro será atualizado

5. Na próxima tabela, preencha os valores dos impostos.

Facilite o calculo de custos de importação com a nossa planilha

Os valores e a base de cálculo serão atualizados.

Facilite o calculo de custos de importação com a nossa planilha

Por fim, temos o custo total da mercadoria, tanto em dólar, quanto em libra e euro.

Facilite o calculo de custos de importação com a nossa planilha